Carne de porco será um dos principais cardápios dos rio-branquenses nas ceias de fim de ano

No Mercado Elias Mansour, Centro da capital, a carne de porco, macia e suculenta, já é bastante procurada pelos consumidores – Foto: Regiclay Saady

Por Dell Pinheiro – dell.81@hotmail.com – Durante a ceia de Natal e Ano Novo não é somente o peru ou o chester que são servidos na mesa dos acreanos. Há anos, o porco também é um prato tradicional neste período, principalmente no cardápio de famílias numerosas.

No Mercado Elias Mansour, Centro da capital, sua carne macia e suculenta já é bastante procurada. A receita mais tradicional é o leitão assado inteiro. Muitos acreditam que o banquete servido desta forma traz fartura.

“As vendas estão boas, mas a procura maior pela carne de porco é na semana que antecede o Natal. Muitas pessoas já estão encomendando. Vendemos mais o pernil que está saindo a R$ 15 o quilo. Os consumidores preferem comprar o porco da região porque é mais fresco”, enfatizou o comerciante Vicente da Silva.

A aposentada Rosanéa Braga de Souza, disse que é tradição servir o porco no Natal. “Não gosto da carne de Peru, acho sem gosto e ninguém na minha família gosta. Optamos por um bom leitão assado. É uma maravilha! Todos os anos faço várias receitas com a carne de porco, que além de muito saborosa é boa para a saúde”.