Blocos partidários

Foto: Agência Aleac

Os deputados estaduais se reuniram ontem, 6, após a sessão, para a formação de blocos partidários. Na oposição ficou estabelecido que o PCdoB deverá continuar a marchar com o PT e o PSB, num total de cinco deputados.

Governistas

Já o PDT deve formar com o PP de Gladson Camelo, PSL e PV, formando outro bloco de sete deputados – incluindo o presidente da Assembleia Legislativa, Nicolau Júnior.

Carreira solo

O Democratas e o Solidariedade devem formar um terceiro bloco, enquanto o MDB, com três deputados, deverá marchar só, de forma independente.

Sereno

O presidente da casa, Nicolau Júnior, conduz com serenidade a primeira semana de trabalhos, apostando na união de todos para reverter o quadro sombrio causado pela crise econômica.

Consenso

“Vamos trabalhar com os 24 deputados de forma respeitosa, democrática e consensual todos os projetos que atendam aos anseios da população, que clama por dias melhores”, destacou Nicolau Júnior.

Chamado

O deputado Jenilson Leite (PCdoB) convocou ontem, 6, em discurso na Aleac, a população para protestar contra o aumento de 21% na tarifa de energia elétrica pela Energisa, empresa que arrematou em leilão a estatal Eletrobras Distribuidora Acre.

Aumento abusivo

De acordo com o parlamentar, a Energisa está impondo um aumento abusivo justamente num momento em que a população enfrenta uma de suas piores crises econômicas.

Isso é uma vergonha!

Segundo Jenilson, a medida que reajusta a tarifa de energia elétrica vem a ser ‘uma vergonha e falta de respeito com a população acreana, que já sofre com as mazelas geradas por esta crise sem precedentes na história do Brasil’.

Manifesto

O deputado do PCdoB convocou a população para uma manifestação em frente à sede da Energisa, no bairro do Bosque. Segundo ele, há casos de contas de energia que saltaram de R$ 200 para R$ 500 mensais.

Debutante

Em seu primeiro pronunciamento como deputado estadual, o Sargento Cadmiel (PSDB) agradeceu aos eleitores pela votação que o guindou ao Parlamento, parabenizou os colegas deputados e aproveitou para homenagear o empresário feijoense Mário Souza, falecido na última terça-feira, 5.

Contribuição

Sobre Mário Souza, Cadmiel afirmou que se tratava de “uma figura muito estimada pela população [de Feijó] devido à sua grande contribuição para o desenvolvimento do município”.

Foco

De volta à tribuna depois de 12 anos fora do parlamento, o deputado José Bestene (PP) fez pronunciamento anunciando que seu foco de atuação será o setor de saúde pública no Estado do Acre.

Amém!

Bestene elogiou um eventual regresso do barco-hospital para atender os pacientes nas margens dos rios nas comunidades isoladas, uma proposta do governo de Gladson Cameli (PP).

Defesa

O deputado Pastor Wagner Felipe (PR) deu entrevista nesta quarta-feira, 6, afirmando que seu mandato será dedicado na defesa da família, bem como à saúde, educação e segurança pública.

Religião em família

Com 37 anos, formado em Administração de Empresas, Wagner Felipe Gimenez da Silva nasceu em São Paulo (SP) e está radicado no Acre há 16 anos, onde atua como pastor da igreja Assembleia de Deus Ministério de Madureira, denominação que é presidida por um de seus irmãos.

Dá-lhe, Petecão!

Em eleição realizada ontem, 6, para os demais cargos da Mesa Diretora do Senado Federal, o senador Sérgio Petecão (PSD) foi brindado com o cargo.

Acordão

Em um acordo fechado entre os partidos que apresentaram suas indicações, antes mesmo de a sessão começar, foi apresentada apenas uma chapa para a disputa da Mesa Diretora.

Chapa completa

Além de Petecão para a primeira-secretaria, também foram eleitos o 1° vice-presidente, senador Antônio Anastasia (PSDB-MG); 2° vice-presidente, Lasier Martins (PODE-RS); 2º secretário, Eduardo Gomes (MDB-TO); 3º secretário, Flávio Bolsonaro (PSL-RJ); e 4º secretário, Luiz Carlos Heinze (PP-RS).

Comissões

Na Casa, funcionam 14 comissões permanentes. A segunda mais importante é a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), também pretendida pelo PSD, conforme o senador Otto Alencar (BA), líder da legenda, que se mostrou aberto à composição. “A CAE é uma reivindicação”, disse ele.

Próxima terça

A decisão sobre a distribuição das comissões deverá ocorrer na próxima terça-feira (12). Além das comissões permanentes, os líderes deverão indicar representantes para comissões mistas do Congresso.

Peso do cargo

Petecão assume o segundo maior cargo do Senado federal, o que dará grande visibilidade para o Acre nos próximos dois anos. É uma responsabilidade das grandes sobre os ombros do senador reeleito pelo Estado.

Pequenos, mas enjoados…

Outro fator interessante pelo qual passa a política nacional é que a Casa tem em suas duas principais cadeiras – a de presidente e de 1º secretário – dois representantes de pequenos Estados do Norte do país, já que Davi Alcolumbre é do Democratas do Amapá.