Após dormir em tatame e ser campeão de jiu-jitsu em Rondônia, lutador acreano desabafa: “Não desistam”

Joamerson Andrade conquista 1º lugar na categoria master pena faixa roxa, no Campeonato Rondoniense da modalidade, e fica entre os 4 melhores no absoluto – Foto: Arquivo Pessoal

As dificuldades que um desportista acreano encontra para competir em alto nível fora do estado, diante da falta de apoio aos esportes, não foram empecilho para lutador de jiu-jitsu Joamerson Andrade, 29 anos, chegar ao topo de uma competição na cidade de Porto Velho, capital de Rondônia, no último fim de semana.

Depois de encarar horas dentro de um ônibus, dormir no tatame de uma academia e lutar com um dedo da mão lesionado, ele foi campeão na categoria master pena faixa roxa do Campeonato Rondoniense de Jiu-Jitsu, no ginásio Cláudio Coutinho. A disputa reuniu 700 atletas nas categorias infantil, juvenil, adulto e master masculino e feminino, no sábado e neste domingo (16).

Joamerson conquistou o título com duas vitórias por pontos e uma por finalização, na final. Ele competiu ainda na categoria absoluto. Venceu a primeira luta, mas foi eliminado na semifinal.

Após a conquista, o atleta destacou a ajuda que teve de amigos para ir até Rondônia e deixou uma mensagem aos que sonham com um futuro de sucesso no esporte.

– Tive ajuda de amigos com a compra de passagem, treinei duro, mesmo com lesões e machucados não desisti. Enfrentei uma longa e cansativa viagem de ônibus, dormi no tatame de uma academia, pois não tinha dinheiro para hotel. A ajuda que eu tive, graças a Deus, foi para a passagem e alimentação. Lutei mesmo com o dedo da mão lesionado, pra representar meu estado, minha academia, minha família e, principalmente, pra mostrar pra meus alunos e jovens que treinam jiu-jitsu, mesmo sem apoio algum que não desistam, não abram mão dos seus sonhos por alguma dificuldade, que eles podem sim ser grandes campeões.

Globoesporte.com/ac