Acusado de tentativa de homicídio é condenado a mais de 10 anos de prisão em Sena

Com uma firme atuação do Ministério Público, representado pelo promotor Júlio César de Medeiros, mais um transgressor da lei foi condenado durante julgamento em Sena Madureira. Trata-se de Márcio Ponciano de Oliveira, levado a júri-popular na data de ontem por envolvimento em uma tentativa de assassinato, ocorrida no Bairro Segundo Distrito.

Ao final da sessão, ele foi condenado a 10 anos e 4 meses de prisão que devem ser cumpridos inicialmente em regime fechado, conforme determinação do juiz Fábio Farias.

De acordo com a denúncia ofertada pelo MP, o crime em questão foi registrado no dia 25 de maio do ano passado, por volta das 9:09 horas, nas imediações da Rua Raul Tamburini, Beco do Bigode (Segundo Distrito de Sena). Márcio Ponciano na companhia de outros dois infratores tentaram ceifar a vida de Marcelo Gonçalves Viana, não obtendo êxito por circunstâncias alheias à sua vontade.

“Neste caso, o Ministério Público evidenciou de forma clara e inequívoca, a intenção de matar por parte do réu, inclusive, comprovando tratar-se de crime de mando, afastando-se, assim, as teses defensivas de desistência voluntária e da prática do crime de lesões corporais somente”, disse o promotor Júlio César de Medeiros.

Os outros dois envolvidos na tentativa de morte, dentre eles um menor de idade, ainda terão suas implicações na justiça já que o caso foi desmembrado e ontem somente um dos acusados foi julgado.

Após a leitura da sentença, Márcio Ponciano foi recambiado ao presídio para o cumprimento da pena.

Sena Online